Ronin Luz e Sombra é um evento teatral urbano que acontece em dois capítulos ao entardecer. O primeiro apresentado nos últimos raios de sol e o segundo com a chegada da noite. O espetáculo faz uso de projeções digitais operados via computador e projetadas em ambientes urbanos.

Na cultura japonesa, crê-se que todo homem segue um destino, uma linha. Por outro lado, os Ronin, literalmente homem-onda, não seguiam o príncipio básico do Bushido de lealdade ao Daymio. Ser Ronin consistia em viver sem um senhor ou mestre a servir, vivendo à margem da sociedade e ocupando-se de serviços menores.

Em Ronin Luz e Sombra a representação de um ronin é feita por um típico personagem encontrado nas ruas: o estátua-viva, que tem uma função contrária aos típicos padrões sociais. Nessa história esse homem despido de amarras sociais sonha. E em seu sonho depara-se com sua sombra, mas é somente na escuridão que se pode ver a luz e tornar possível o verdadeiro confronto.

Ronin Luz e Sombra é um evento teatral urbano que acontece em dois capítulos ao entardecer. O primeiro apresentado nos últimos raios de sol e o segundo com a chegada da noite:

Capítulo 1 – O SONHO: Trata-se da filmagem de um sonho, que acontece como uma intervenção. O ator vestido de Samurai é dirigido e filmado “ao vivo” em um escritório instalado em meio ao movimento urbano. As cenas incorporam o caos da rua, transeuntes e voluntários participam da filmagem como figurantes.

Capítulo 2 – O CONFRONTO: As cenas oníricas filmadas durante o dia são projetadas em uma parede urbana representando o sonho do ator. O personagem ao acordar se prepara para mais um dia de trabalho, veste seu figurino de samurai-estátua, e encarna o mito do herói, confrontando as criaturas projetadas na parede que revelam suas paisagens interiores. Neste capítulo, a ação performática se dá entre a relação de projeções digitais manipuladas ao vivo, e o corpo do ator. Corpo e luz se relacionam numa espécie de jogo utilizando a arquitetura local como anteparo.

O espetáculo teve sua pré-estréia dia 18/07 em Florianópolis no Largo da Alfândega, e estréia nos dias 23, 25 e 26 em Itajaí na Hercílio Luz.